Menu
Fernando Santos revela os 23 jogadores para o Euro 2016

Fernando Santos revela os 23 jogado…

O seleccionador nacional ...

FC Porto perde pontos importantes antes do clássico com o Benfica

FC Porto perde pontos importantes a…

Antes do clássico que se ...

Luisão vai ter que parar algumas semanas devido a lesão

Luisão vai ter que parar algumas se…

O Benfica teve uma noite ...

Hollande: EUA e França vão intensificar ataques contra o EI

Hollande: EUA e França vão intensif…

O Presidente francês, Fra...

Erdogan: Turquia tem direito a "defender as suas fronteiras"

Erdogan: Turquia tem direito a …

O Presidente turco, Recep...

Molenbeek: "Estou aqui pela paz"

Molenbeek: "Estou aqui pela pa…

"Estou aqui em nome da pa...

Imprensa francesa fala em "guerra em plena Paris"

Imprensa francesa fala em "gue…

A imprensa francesa desta...

Massacre em Paris faz 127 mortos

Massacre em Paris faz 127 mortos

Pelo menos 127 pessoas mo...

Síria: 595 mortos desde o inicio dos ataques da Rússia

Síria: 595 mortos desde o inicio do…

Pelo menos 595 pessoas fo...

EUA e Rússia assinaram memorando

EUA e Rússia assinaram memorando

A Rússia e os Estados Uni...

Anterior Seguinte


Entrevista com o Secretário de Estado das Comunidades

Entrevista com o Secretário de Estado das Comunidades

António Braga, Secretário de Estado das Comunidades, esteve presente na apresentação do megacartão jovem para luso-descendentes, no final do mês de Maio. Também participou num debate organizado pelos jovens do V Encontro Mundial de Jovens Luso-Descendentes, oficialmente organizado pela Secretaria de Estado das Comunidades e pela Secretaria de Estado da Juventude.


Nós Cá Fora – Quais são os objectivos deste V Encontro Mundial de Jovens Luso-descendentes?

António Braga – Os jovens aqui presentes vêm de vários continentes, oriundos de 23 países. Todos eles têm em comum a língua e cultura portuguesas e o facto de serem descendentes de portugueses. Mas cada um traz a sua experiência, muitas vezes experiências territorializadas, que têm a ver com a inserção numa cultura muito diferente da nossa e muito diferentes umas das outras. E o facto de podermos pôr em confronto, no sentido de comunicar e de partilhar essas experiências, também faz enriquecer a cultura portuguesa porque representa justamente isso. Portugal, ao longo da sua história, fez a demonstração da realização do encontro com outras culturas. Fomos para a África, para as Américas, para a Ásia, e ainda hoje os portugueses têm uma excelente reputação nestas zonas porque souberam-se encontrar com as culturas locais.

NCF – Houve algumas falhas a nível da comunicação entre o Secretário de Estado das Comunidades na última reunião que teve com o Conselho das Comunidades sobre o possível encerramento de vários consulados?

AB – Em primeiro lugar, informando-se melhor o senhor Presidente do Conselho das Comunidades porque não há nenhuma proposta de extinção de nenhum consulado. Simplesmente, há um estudo. Esse estudo está a ser agora finalizado para uma proposta de reordenamento da rede consular.

NCF – Está a pretender que o Conselho das Comunidades Portuguesas veícula informações incorrectas?

AB – Não, é uma informação que não corresponde. As pessoas, antes de se pronunciarem, deviam informar-se e não deviam emitir juízes de valor ou opiniões sem primeiro se informar. No caso concreto, eu lamento muito porque bastava ao senhor Presidente do Conselho das Comunidades fazer uma ligação ou uma deligência para ter a informação na fonte. E se não corresponde à proposta é porque a proposta ainda não está formalizada.

NCF – Há uma falta de coordenação entre o CCP e a SECP?

AB – Nenhuma. A SECP não tem uma visão paternalista sobre o CCP e por isso, não tem que se pronunciar, nem se imiscuir naquilo que o Conselho delibera relativamente às suas próprias agendas. Agora, o CCP é um órgão de consulta do governo e nessa medida é um orgão que, ao meu ver, está destinado a realizar esse tipo de aconselhamento a pedido do governo mas também por iniciativa própria.

NCF – É verdade que o CCP não foi oscultado sobre o assunto do ensino de português no estrangeiro?

AB – O que estamos a fazer agora sobre o ensino de português no estrangeiro é reescrever a lei dos concursos de professores. Antes de mais nada, a Constituição da República manda que a lei de concursos tem que ser negociada com os sindicatos de professores e não com o Conselho das Comunidades Portuguesas. Lamento muito mas há uma interpretação errada do papel do Conselho. Quem negoceia direitos de trabalho, não é o CCP. E nós estamos a fazer uma alteração ao modo de contratar professores. Não é com o CCP que se negoceia uma contratação de professores mas sim com os sindicatos, manda a Constituição da República.

NCF – Como vê o facto de haver tão poucos deputados a representar a emigração?

AB – É um modelo que corresponde ao sentido de representação proporcional que o método de Hondt permite apurar na final da participação do acto eleitoral no caso concreto da Assembleia da República. É o figurino que a Constituição da República consagra e parece-me adequado.

NCF – O Governo preparou alguma medida para promover o voto na emigração?

AB – O Governo faz aquilo que lhe compete, que é difundir informação e motivar à participação. Depois disso evidentemente, fica no resguardo individual da esolha de cada um.

NCF – Que plano tem a SECP para atraír a juvetude luso-descendente à cultura portuguesa?

AB - Olhe, o facto de estarem aqui hoje. É um sinal de atenção e de dedicação à juventude.

NCF – Mas em termos mais globais?

AB – Claro que o facto de criarmos o cartão de jovens luso-descendentes é também um sinal que queremos estimular os jovens a melhor usufruirem da cultura e da realidade portuguesas. O facto de criarmos no Conselho das Comunidades Portuguesas um Conselho de Juventude é também outro sinal. Por tanto, são sinais importantes programados pelo Governo com a intenção que a comunidade os conheca para estimular a participação dos jovens.

NCF – Que balanço que faz do seu trabalho como Secretário de Estado das Comunidades?

AB – Estou muito contente com o que temos vindo a fazer. Já lançamos muitos programas como, por exemplo, a escola virtual e outros. Mas o balanço faz-se ao fim de 4 anos de legislatura.

Pedro Rupio

© Nós Cá Fora - www.noscafora.be

 

Modificado sexta, 31 janeiro 2014 23:17
voltar ao topo

Comentários

  1. Portugueses
  2. Comunidade
  3. Internacional
  4. Portugal
  5. Desporto
Ana Moura em Antuérpia

Ana Moura em Antuérp…

A fadista portuguesa em concerto no "De Roma" esta...

Amigos de Moçambirque organizam Festa pela Paz

Amigos de Moçambirqu…

Os Amigos de Moçambique gostariam de convidá-los a...

Apresentação do livro "Sousa Mendes, le Consul de Bordeaux"

Apresentação do livr…

Orfeu, éditeur et librairie portugaise et galicien...

Les livres magiques de Silvia Bandas

Les livres magiques …

C’est à partir de là que j’ai décidé d’en faire ma...

Governo Regional de Madeira em Londres em busca de novas oportunidades de negócio

Governo Regional de …

Um grupo de representantes do Governo Regional da ...

Romance " Estrangeira a mim mesma" de Léa Ferreira

Romance " Estra…

Vimos por este meio divulgar a publicação do roman...

Vinho português abre mercado a outros produtos alimentares nacionais no Reino Unido

Vinho português abre…

A boa reputação do vinho português está abrir port...

Língua é um fator-chave para sucesso dos novos cidadãos

Língua é um fator-ch…

O Governo canadiano pretende que os novos imigrant...

Naufrágio provoca dezenas de mortos

Naufrágio provoca de…

Embarcação com cerca de 500 imigrantes a bordo ...

Dilma repreende estudantes após vaias

Dilma repreende estu…

Presidente do Brasil saiu em defesa de governad...

Tarde de confrontos violentos no Rio de Janeiro

Tarde de confrontos …

Manifestação à porta da Câmara Municipal acabou...

João XXIII e João Paulo II canonizados a 27 de abril

João XXIII e João Pa…

Papa Francisco anunciou a data em que os seus a...

Portugal foi dos que mais reduziu investimento em educação

Portugal foi dos que…

Portugal foi severamente atingido pela crise finan...

Reconstrução de ovário dá esperança

Reconstrução de ovár…

O primeiro transplante de tecido ovárico em Portug...

Conheça os ministros do novo Governo

Conheça os ministros…

António Costa foi, esta terça-feira, indicado prim...

Madeira investe 25% do orçamento na educação

Madeira investe 25% …

O Governo Regional da Madeira está a investir este...

Fernando Santos revela os 23 jogadores para o Euro 2016

Fernando Santos reve…

O seleccionador nacional Fernando Santos revelou e...

FC Porto perde pontos importantes antes do clássico com o Benfica

FC Porto perde ponto…

Antes do clássico que se vai realizar esta sexta-f...

Luisão vai ter que parar algumas semanas devido a lesão

Luisão vai ter que p…

O Benfica teve uma noite de Sábado passado, dia 21...

Cristante fala dos p…

O jovem jogador italiano do Benfica, Bryan Cristan...

Notícias

Portugal

Comunidade

Diversos

Nós cá fora